Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Biblioteca do Departamento de Economia e Estatística abriga o acervo da FDRH

Publicação:

Com a extinção da FEE, novo departamento absorve atividades dos dois principais centros
Com a extinção da FEE, novo departamento absorve atividades dos dois principais centros - Foto: Arquivo Palácio Piratini

Livros, relatórios técnicos, teses, anais, estatísticas, obras centenárias, coleções de periódicos nacionais e estrangeiros especializados em temas socioeconômicos do Rio Grande do Sul se somam, ao longo do mês de abril, a novas obras das áreas de Economia e Estatística, como de literatura qualificada em Administração e Administração Pública, provenientes da Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH). Juntos, os acervos delineiam o perfil da Biblioteca do Departamento de Economia e Estatística (DEE), órgão da Secretaria de Planejamento, Gestão e Governança (SPGG) criado em 19 de março e o responsável pela continuidade das atividades da Fundação de Economia e Estatística (FEE).

A Biblioteca, que segue funcionando normalmente no casarão histórico da Rua Duque de Caxias, 1691, está aberta ao público diariamente e presta variados serviços, desde 1973.  Dentre eles, há a Biblioteca Virtual do Rio Grande do Sul, que oferece fontes eletrônicas de informação e bases de dados recomendadas pelas bibliotecas participantes, com o intuito de facilitar a busca de informações confiáveis, de acesso livre e disponíveis na internet. Somente este serviço teve 16 mil acessos em 2017. A Biblioteca consta com 55 mil itens catalogados.

O bibliotecário Leandro De Nardi salienta que, quando as publicações começaram a ser digitais, parte do acervo impresso foi digitalizada e novas possibilidades de informação passaram a estar disponíveis online. “A Biblioteca auxilia os usuários na localização de informações e no letramento no uso das ferramentas online disponíveis no Portal FEE”, salienta Leandro.

O Portal da FEE, agora sobre a gestão do DEE, segue disponível online e reúne séries históricas de diversos indicadores socioeconômicos gaúchos como Idese, exportações e agronegócio, por exemplo; além de publicações como a Carta de Conjuntura FEE e Ensaios FEE. Destacam-se também os bancos de dados dinâmicos como o FEE dados, que permite cruzamentos entre unidades geográficas,  período de abrangência  e indicadores, como agropecuária, indústria, comércio, exportações, demografia, emprego, saúde, educação, finanças públicas e estatísticas eleitorais, dentre outros. Os usuários podem entrar em contato com a Biblioteca DEE para conhecer mais sobre as formas de busca da informação nos bancos de dados. Todos são gratuitos e abertos à população.

A equipe, composta pelos bibliotecários João Vitor Ditter Wallauer, Katia Midori Hiwatashi, Leandro De Nardi e Tamini Farias Nicoletti, ganha agora o reforço da também bibliotecária Odete Rama Baptista e da auxiliar administrativa Zeni Borges de Almeida, provenientes da SDRH.

Odete Baptista, ao analisar o acervo de 7 mil exemplares que está sendo transferido para a biblioteca do DEE, salienta que “são obras que não se encontram em tiragens comerciais ou à venda em livrarias. É um acervo muito especial”. A biblioteca da FDRH, criada em 1972, incorporou a coleção do Centro de Ensino Técnico do Estado do Rio Grande do Sul e, gradualmente, passou a renovar o acervo para atender às demandas institucionais para execução de programas e projetos da administração pública.

Biblioteca DEE -  De segunda a sexta-feira, das 9h às 11:30 e das 14h às 17h30. Telefone 51 3216. 9067. Rua Duque de Caxias, 1691 – 4º andar – Centro Histórico.

Texto: Anelise Rublescki/ Ascom SPGG
Edição: Léa Aragón/ Secom

Secretaria do Planejamento, Governança e Gestão