Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Concluído primeiro ciclo do Eixo infraestrutura e Ambiente do Acordo de Resultados

Publicação:

Ao lado de Cairoli, foram discutidas soluções para os projetos apontados como cruciais para o desenvolvimento do Estado.
Ao lado de Cairoli, foram discutidas soluções para os projetos apontados como cruciais para o desenvolvimento do Estado. - Foto: Gustavo Rech/ Ascom SPGG

O vice-governador José Paulo Cairoli e o secretário de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG) e de Obras, Saneamento e Habitação (SOP), Carlos Búrigo, concluíram nesta terça-feira (18), na Sala de Governança da SPGG, o primeiro ciclo de monitoramento do Eixo Infraestrutura e Ambiente do Acordo de Resultados 2017.

Na ocasião Búrigo ressaltou os itens que apresentaram desenvolvimento insatisfatório para o período, destacados dos 64 indicadores, 132 entregáveis e 11 projetos prioritários das Secretarias do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, de Obras, Saneamento e Habitação, dos Transportes, de Minas e Energia, da Casa Militar e das respectivas vinculadas.

Ao lado de Cairoli, foram discutidas e encaminhadas soluções aos projetos apontados como cruciais para o desenvolvimento do Estado e à geração de um novo ciclo de desenvolvimento econômico e sustentável.

O titular da SPGG e da SOP enalteceu o esforço e cobrou empenho para que o Estado vença as etapas necessárias e supere os gargalos existentes. “Estamos vivendo uma transformação, com gestão, acompanhando e monitorando demandas para deixar o Estado mais ágil e eficiente”. Búrigo ressaltou ainda que todas as metas atingidas neste Eixo melhoraram 10% em comparação ao ano passado.

Para o vice-governador José Paulo Cairoli, a evolução do processo de gestão realizada por meio do Acordo de Resultados fortalece a administração. Segundo ele, o Estado é formado por vários entes que se unem para fazer mais com menos e ser mais eficaz.

Foram destacados 64 indicadores, 132 entregáveis e 11 projetos prioritários.
Foram destacados 64 indicadores, 132 entregáveis e 11 projetos prioritários. - Foto: Gustavo Rech/ Ascom SPGG

Também estavam presentes o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, a secretária do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema), Ana Pellini, o secretário interino de Minas e Energia, Artur Lemos Júnior, o subchefe da Casa Militar, Jarbas Trois de Avila, o diretor-geral do DAER, Rogério Uberti, o diretor-presidente da EGR, Nelson Lidio Nunes, o presidente da CEEE, Paulo de Tarso Gaspar Pinheiro Machado, o presidente da Corsan, Flávio Ferreira Presser, o presidente da CRM, Edivilson Brum, o presidente da Sulgás, Claudemir Bragnolo, demais diretores, gerentes e assessores de gestão.

O Acordo de Resultados consiste no acompanhamento dos projetos definidos como prioritários para serem executados pelo governo do Estado. Envolve o planejamento dos indicadores de desempenho, ações e indicadores de eficiência da gestão. Essa rede de governança prioriza as demandas da sociedade com intuito de construir um governo mais eficiente na aplicação de recursos, mais ágil e menos burocrático, que, de forma transparente, dialogue com a população e entregue serviços de qualidade.

Secretaria do Planejamento, Governança e Gestão