Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Memorando de entendimento marca início de parceria com banco japonês

Publicação:

assinatura marcou o início de uma parceria para incentivar negócios entre empreendedores atendidos pelo banco e empresas gaúchas
Assinatura marcou o início de uma parceria para incentivar negócios entre empreendedores atendidos pelo banco e empresas gaúchas - Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini

O governador José Ivo Sartori assinou um Memorando de Entendimento com o Banco Iwata Shinkin, instituição financeira japonesa que atua na forma de cooperativas regionais, para auxiliar pequenas e médias empresas e a população local. A assinatura, em Iwata, a 14 quilômetros de Hamamatsu, marcou o início de uma parceria para incentivar negócios entre empreendedores atendidos pelo banco e empresas gaúchas.

"Nós temos empresas japonesas que já investem no Rio Grande do Sul, e nosso estado está aberto a novos investimentos e parcerias. Estamos modernizando o Estado e possuímos programas de incentivo, como o InvestRS e o Fundopem. Saúdo o voto de confiança que o banco está dando ao Brasil, por meio do Rio Grande do Sul", destacou o governador.

Ainda nesta quarta-feira (7), Sartori fala para mais de 200 empresários e investidores japoneses a convite do Banco Iwata Shinkin, no 8º Seminário Econômico Brasileiro, promovido pela instituição financeira. O governador vai apresentar o perfil do estado e as oportunidades de investimentos no Rio Grande do Sul.

O presidente da instituição, Shouzo Takagi, reforçou que o banco atua desde 2010 com o intuito de oferecer informações do Brasil a empresários japoneses. "Temos potencial na área de instrumentos musicais e no desenvolvimento social. Realizamos há oito edições esse seminário empresarial e o Rio Grande do Sul nos é familiar, inclusive pelas relações esportivas", lembrou, ao citar Dunga e Felipão, ambos gaúchos, que atuaram no time de futebol Jubilo Iwata.

O presidente do Conselho de Administração do Iwata Shinkin, Hirohisa Takayanagi, explicou que a cidade de Iwata está localizada na região oeste da província de Shizuoka, com empresas mundialmente reconhecidas como Yamaha, Toyota e Suzuki. "Temos muitos pontos em comum com o Rio Grande do Sul, principalmente na área industrial. Acreditamos que esse Memorando trará prosperidade para ambas as partes", falou.

"Saúdo o voto de confiança que o banco está dando ao Brasil, por meio do Rio Grande do Sul", destacou o governador.
"Saúdo o voto de confiança que o banco está dando ao Brasil, por meio do Rio Grande do Sul", destacou o governador. - Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini


Balança comercial

O Japão é o sexto maior destino das exportações brasileiras e a oitava maior origem importadora do país. Os principais produtos exportados pelo Brasil são minérios e derivados, carnes e derivados, e veículos aéreos. As importações brasileiras do Japão são majoritariamente de veículos e autopeças, máquinas e suas partes.

Quanto ao Rio Grande do Sul, o Japão é apenas o 21º maior destino das exportações gaúchas e a 25ª origem das importações. Os produtos gaúchos mais exportados para o Japão são carnes de aves, lenha e pasta química de madeira (celulose). Já os produtos mais importados do Japão são itens ligados ao setor metalmecânico, partes de máquinas e outros componentes de uso similar.

00:00:00/00:00:00

Memorando de entendimento marca início de parceria com banco japonês

O governador José Ivo Sartori assinou um Memorando de Entendimento com o Banco Iwata Shinkin, instituição financeira japonesa que atua na forma de cooperativas regionais, para auxiliar pequenas e médias empresas e a população local. Crédito: Governo do Rio Grande do Sul




Texto: Gabriela Alcantara, de Hamamatsu
Edição: Denise Camargo/Secom

Secretaria do Planejamento, Governança e Gestão