Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

DMR monitora projetos da Secretaria de Minas e Energia

Publicação:

Também fazem parte do monitoramento as vinculas CEEE, Sulgás e CRM
Também fazem parte do monitoramento as vinculas CEEE, Sulgás e CRM - Foto: Gustavo Rech/ SPGG

Os projetos prioritários, entregáveis e indicadores referentes ao segundo ciclo do Acordo de Resultados de 2018 da Secretaria de Minas e Energia e das vinculadas Companhia de Gás do Rio Grande do Sul (SULGÁS), Companhia Riograndense de Mineração (CRM) e Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE) foram monitorados na tarde desta quarta-feira (16), na Sala de Governança da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG).
 
O encontro, conduzido pelo secretário da SPGG, Josué Barbosa e pela secretária-adjunta da SPGG, Melissa Custódio, contou com a presença da Secretária de Minas e Energia, Susana Kakuta, do diretor-presidente da SULGÁS, Claudemir Bragagnolo, do diretor-presidente da CRM, Edivilson Meurer Brum, do presidente da CEEE, Urbano Schmitt, do assessor de governança da SPGG, Everton Pohlmann, coordenadores e assessores de gestão, gerentes de projeto e servidores da SME e das vinculadas.
 
O projeto prioritário monitorado neste ciclo é o que trata do Programa Integrado de Combate às Perdas Globais e Recuperação de Receita, da CEEE. Este projeto objetiva reduzir a perda na distribuição de energia elétrica aos patamares regulatórios.
 
Entre os oito entregáveis verificados, encontram-se o que discorre sobre o Programa Estadual de Conservação de Energia e o Marco Legal e Plano Diretor do Pólo Carboquímico do RS, da Minas e Energia. Da SULGÁS, o desenvolvimento do mercado de biometano e a obtenção de licença de instalação do projeto Rio Grande. Por fim, da CEEE, as obras de alta tensão (linhas de transmissão e subestações) da CEEE-D, as obras de expansão da transmissão, a alienação de ativos e os estudos de complexos eólicos.
 
Outros nove indicadores e nove compromissos de eficiência de gestão também foram monitorados.
 
Texto e fotos: Gustavo Rech Ascom/SPGG

Comentários

Secretaria do Planejamento, Governança e Gestão