Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Ciclo de Benchmarking destaca uso de Métodos Ágeis na Gestão Pública

Sexta edição do encontro virtual reuniu 180 servidores para troca de experiências

Publicação:

O encontro virtual foi promovido pelo Laboratório de Inovação e pela Escola de Governo
O encontro virtual foi promovido pelo Laboratório de Inovação e pela Escola de Governo - Foto: Vagner Benites/Ascom SPGG

Acelerar o ritmo de entregas de um projeto é o principal objetivo das chamadas Metodologias Ágeis. A sua adoção por empresas privadas e, especialmente, na esfera pública foi abordada na tarde desta quinta-feira (30/07) durante a sexta edição do Ciclo de Benchmarking para a Gestão Pública. O encontro virtual, promovido pelo Laboratório de Inovação (Labinova) e pela Escola de Governo (EGov), ambos vinculados à Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), reuniu quatro especialistas e 180 servidores para troca de experiências.

Criado nos anos 1990, o conceito de Métodos Ágeis foi popularizado na indústria de softwares, mas também já tem experiências em diversos setores da estrutura pública. Os servidores Daniel Krauze Freire e Jamile Martins Alves, ambos da Procergs, relataram no evento o histórico do uso das metodologias na companhia, iniciado em 2012. Com oito anos de experiência, ambos destacaram a importância do apoio das administrações para a evolução das práticas e a mudança de cultura observada no período, necessária para o bom andamento dos trabalhos.

A natureza complexa dos projetos no setor público, que impactam um grande número de pessoas, foi ressaltada pelo servidor José Eduardo Brasil Silveira, da Subsecretaria do Tesouro do Estado, vinculada à Secretaria da Fazenda (Sefaz). Para auxiliar nesse desenvolvimento, Silveira abordou a característica flexível dos métodos ágeis, que se adequam facilmente a todo tipo de projeto.

Representando a iniciativa privada, Guilherme Schumacher, profissional com 10 anos de experiência em desenvolvimento de software, apresentou tipos de metodologias ágeis, como o Scrum, além de modelos e cases de empresas para as quais prestou serviços, como a Getnet e Havan. Apesar de facilitar o desenvolvimento e o acompanhamento de projetos, Schumacher destacou a necessidade de envolvimento de gestores e profissionais para o sucesso das ações.

Ciclo de Benchmarking para a Gestão Pública

Promover o desenvolvimento de novos processos para a gestão do Estado está entre os objetivos do Ciclo de Benchmarking para a Gestão Pública. Iniciados em novembro de 2019, os encontros seguirão sendo realizados de forma virtual durante o período de combate ao novo coronavírus (Covid-19).

Vagner Benites Ascom/SPGG

Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão