Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Versão atualizada do Atlas socioeconômico do Rio Grande do Sul é publicada

Edição digital contempla dados em cinco macroáreas

Publicação:

Desde 2003 o Atlas passou a ser disponibilizado no formato eletrônico
Desde 2003 o Atlas passou a ser disponibilizado no formato eletrônico - Foto: Reprodução

Produzido desde 1998, o tradicional Atlas socioeconômico do Rio Grande do Sul ganhou nova versão em setembro. Publicação eletrônica da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG) com informações espacializadas sobre a realidade socioeconômica do Estado, ela contempla dados de cinco macroáreas (Infraestrutura, Meio Ambiente, Demografia, Indicadores Sociais e Economia), com destaque na versão de 2022 para os conteúdos de Logística de Transportes, Demografia, Desastres Naturais e sobre a difusão da Covid-19 no RS.

Entre as atualizações, no conteúdo elaborado sobre Logística de Transportes o Atlas aponta a concentração existente no modal rodoviário, que responde por aproximadamente 88% do total transportado no Estado, enquanto no Brasil a participação é de 65%.

No capítulo sobre Demografia, a equipe do Departamento de Planejamento Governamental (Deplan) elaborou mapas temáticos que demonstram as ligações internacionais dos municípios de fronteira do Rio Grande do Sul e abordam temas como atividades culturais e esportivas, compra de vestuário e calçados, serviços de saúde e educação superior.

A publicação eletrônica passa a contar também com informações sobre a ocorrência de desastres naturais no Rio Grande do Sul e da difusão da Covid-19, com destaque para os atendimentos em saúde.

  • A versão atualizada do Atlas está disponível aqui.

Atlas socioeconômico

O Atlas socioeconômico do Rio Grande do Sul teve sua primeira edição lançada em 1998, ainda impresso. Em 2002, houve nova impressão, e desde 2003 a obra passou a ser disponibilizada no formato eletrônico.

Texto: Vagner Benites/Ascom SPGG
Edição: Secom

Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão