Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Começa maratona digital no Arquivo Público para desenvolver aplicativo do Caff

Publicação:

Grupos precisam desenvolver, em menos de 48 horas, um protótipo de aplicativo para o Caff
Grupos precisam desenvolver, em menos de 48 horas, um protótipo de aplicativo para o Caff - Foto: Carolina Grewe / Ascom Seplag
Por Ascom / Seplag

Cerca de 20 times, em média com de até cinco integrantes cada, se lançam na manhã deste sábado (20/7) numa maratona digital até agora inédita na gestão estadual. Caberá a estes grupos desenvolver em menos de 48 horas um protótipo de solução inteligente para reunir em um aplicativo todos os serviços do Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), prédio público que tem um fluxo ao redor de 5 mil pessoas por dia entre funcionários e visitantes.

O concurso Hackaffthon – Seplag está acontecendo nas dependências do Arquivo Público do RS, que fica no Centro Histórico de Porto Alegre. A formação definitiva dos times será conhecida na abertura das atividades deste sábado.

No evento de abertura, na noite desta sexta-feira (19/7), a secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), Leany Lemos, fez uma saudação aos inscritos. Em meio a uma viagem para Nova York, onde será mentora de um grupo de mulheres brasileiras que participam de um curso promovido pela Columbia University, a secretária falou via chamada de vídeo sobre o significado do Hackaffthon. “É uma grande oportunidade de reunir inteligência para gerar serviços inovadores para a sociedade“, destacou a secretária.

Os secretários de Governança e Gestão Estratégica (SGGE), Claudio Gastal, e de Inovação, Ciência e Tecnologia (Sict),Luís da Cunha Lamb, igualmente se manifestaram, destacando a iniciativa e seus reflexos ao trazer uma ferramenta moderna ao serviço público. Gastal salientou que a inovação digital faz parte de um dos eixos centrais do governo. O concurso tem ainda a parceria da Procergs, representada no evento pelo seu diretor de Inovação e Relacionamento com Clientes, Josué Barbosa.

A largada contou ainda com palestras de inspiração e sobre a concepção do prédio do Caff, que reúne boa parte das secretarias de Estado. Integrante da equipe responsável pelo projeto do prédio do Centro Administrativo, o arquiteto Luís Carlos Macchi deixou uma mensagem gravada onde descreveu como a proposta foi concebida, já pensando na racionalização das atividades que seriam instaladas no local. O diretor do Escritório de Desenvolvimento de Projetos do Estado (IDP), Hipárcio Stoffel, fez uma breve apresentação sobre o impacto que o aplicativo do Caff poderá ter para a comunidade.

Já com o objetivo de orientar as equipes, houve um espaço para esclarecer detalhes do processo de criação. No domingo (21/7), os times retomam os trabalhos para apresentação dos resultados, o que deve ocorrer a partir das 16h, e posterior avaliação dos jurados. O resultado deverá ser conhecido no final do dia.

O Hackaffthon é a primeira experiência no sentido de tornar  os prédios públicos e os serviços do governo mais inteligentes, ágeis e inovadores. Com a ferramenta, o usuário terá acesso a uma série de informações sobre o funcionamento do Caff, a localização dos serviços e vagas nos estacionamentos, ao passo que os funcionários públicos poderão acionar, via aparelho de celular, diferentes situações das suas rotinas de trabalho.

Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão