Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Governo mantém diálogo para esclarecer pontos da Reforma RS

Publicação:

Deputados de 13 bancadas participaram de reunião na Assembleia com secretários e técnicos do Executivo
Deputados de 13 bancadas participaram de reunião na Assembleia com secretários e técnicos do Executivo - Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

O governo do Estado deu seguimento, na tarde desta quinta-feira (9/1), à agenda de diálogos com deputados estaduais. Desta vez realizado na Assembleia Legislativa, o encontro contou com a presença da equipe técnica e do secretariado do Executivo responsável pelo conjunto de medidas para enfrentar a crise fiscal do Estado, a Reforma RS, e de 13 deputados, além de representantes de 13 bancadas.

A discussão teve intuito de explicar pontos dos Projetos de Lei Complementar (PLCs) 504 e 506, que tratam do sistema previdenciário e da remuneração dos servidores militares. Os deputados puderam expor dúvidas e sugestões à equipe técnica. A intenção do governo é aperfeiçoar os projetos com o auxílio da base aliada.

O chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, esclareceu que a intenção da agenda do diálogo é manter um ambiente favorável para que os projetos possam ser votados no final deste mês, em sessão extraordinária. “Existe um consenso a respeito da necessidade de prosseguir com essas reformas. Quanto à previdência dos servidores militares, a posição do governo é de que seja dado um tratamento igual, na questão de contribuição, àquele aprovado para os civis”, argumentou.

O secretário da Fazenda, Marco Aurelio Cardoso, o secretário adjunto de Gestão da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão, Marcelo Alves, e o procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa, também estiveram presentes. A reunião foi uma iniciativa do líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Frederico Antunes. Para a próxima semana, nos dias 14, 15 e 16 de janeiro, estão previstos três novos encontros entre deputados e equipe técnica e secretariado do Executivo.

Texto: Suzy Scarton
Edição: Patrícia Specht/Secom

Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão