Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Leilão de veículos do governo do Estado supera R$ 1 milhão em arrecadação

Publicação:

Este foi o primeiro leilão com parte dos veículos que foram retirados da frota do Estado
Este foi o primeiro leilão com parte dos veículos que foram retirados da frota do Estado - Foto: Divulgação/Seplag

Atraindo o interesse de um grande público, o primeiro leilão com parte dos veículos que foram retirados da frota do Estado registrou uma receita que superou a marca de R$ 1 milhão (R$ 1.056.700,00). Dos 286 lotes colocados à venda, um total de 274 itens foram arrematados no certame promovido pela Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag). Dos lotes vendidos, a arrecadação ficou em média 73% acima da avaliação inicial.

Na primeira etapa do leilão, que ocorreu nesta terça-feira (14), no auditório do CAFF (Centro Administrativo Fernando Ferrari), em Porto Alegre, foram vendidos 89 dos 91 veículos considerados recuperáveis, entre automóveis de passeio, camionetes, caminhões, motocicletas e reboques. Nesta fase, a arrecadação registrou R$ 495,9 mil. Este valor é 68% acima da cotação fixada (R$ 305,7 mil).

Já dos 184 veículos classificados como irrecuperáveis (sucatas), cuja etapa era destinada exclusivamente aos Centros de Desmanches de Veículos Automotores, Comércio de Peças Usadas e Reciclagem de Sucata – CDV ou empresas de fora do Estado que estejam credenciadas para atuar na atividade de desmontagem, foram arrematados 175 lotes. A venda neste conjunto representou uma arrecadação de R$ 487,2 mil (34% acima dos R$ 293,5 mil da avaliação inicial).

O leilão organizado pela Subsecretaria Central de Licitações (Celic) compreendia ainda um conjunto de 11 lotes entre máquinas pesadas, equipamentos e outros materiais. Ao todo, dez itens foram arrematados, com uma receita de R$ R$ 75,5 mil. Nesta fase, a receita mais do que dobrou o que constava com preço de partida do leilão (R$ 35,5 mil).


Com o sucesso alcançado neste certame, a Celic já trabalha na organização de novos leilões para os próximos meses com itens da frota desativada no início do ano como medida do governo para controlar os gastos. A Seplag superou em quase 80% a meta estabelecida para os primeiros meses de governo. Até o final do mês de março, foram desativados 1.789 veículos, o que representou 9,5% da frota do Estado. Com a medida, a Secretaria alcançou uma redução média ao redor de R$ 1,5 milhão pior mês nos gastos com manutenção e combustível.

Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão